Como calibrar o pneu do seu carro

15 mai 2014                   0 Comentário Logo da Dinamicar Pneus

Pouca gente sabe que os pneus são uma parte muito importante na hora de manter o bom funcionamento do carro. Um pneu com defeito pode trazer diversos problemas mecânicos. Para fazer seu pneu durar mais, não basta você apenas ver quando ele está careca e trocá-lo, não é simplesmente isso. Um dos pontos chave da manutenção do pneu é a calibragem.

Para saber a calibragem correta do pneu é bastante simples, em praticamente todos os veículos esse número vem escrito no manual do proprietário, que fica localizado geralmente dentro do porta-luvas ou no batente da porta.

Vale lembrar, também, que a calibragem dita pela montadora não é a ideal para todas as situações. Por exemplo, se você quer uma economia de combustível, tente colocar um pouco mais de ar nos pneus, o mesmo vale para uma viagem na qual você vai sobrecarregar o carro com peso, nesse caso encha mais os pneus da parte de trás, que ficam embaixo da mala. Nunca ultrapasse a pressão máxima escrita na parede lateral do pneu.

Por que verificar?

Todo pneu deixa escapar um pouco de ar durante o tempo de uso. Por isso a aferição deve ser feita. Porém, se você está vendo que ele está perdendo a calibragem com muita rapidez, você tem um vazamento, aí provavelmente está na hora de trocar o pneu.

Consequências de manter o pneu fora das especificações

Baixa pressão

A baixa pressão é a falta de ar dentro do pneu. Assim você terá uma área de contato com o solo alterada e disforme, o que causa o desgaste irregular da banda dos ombros, reduz sua vida útil e aumenta o consumo de gasolina. Outras consequências da baixa pressão podem ser o superaquecimento e as separações e quebras de estruturas do pneu.

Alta pressão

O pneu com alta pressão é aquele que está com mais ar do que o máximo suportado por ele. Aqui também ocorre uma área de contato alterada, mas o que sofre aqui é o meio da banda de rodagem, também tendo sua vida útil diminuída. O maior problema, porém, está no fato de o pneu ficar mais suscetível a cortes e impactos, deixando o carro muito pior de se dirigir.

Nunca ache que uma pressão além da especificada vai conseguir suprir a sobrecarga, nesse caso o pneu fica ainda mais frágil, pois além de estar alterado ele está com uma sobrecarga.

Verificando a pressão

A verificação deve ser feita com os pneus ainda frios, ou seja, na parte da manhã e antes de serem utilizados. Os pneus aquecidos fazem com que o ar dentro deles se expanda e mostre números errados na verificação.

Tente não confiar nos aparelhos de postos de gasolina ou compressores, eles geralmente estão imprecisos. Utilize um calibrador de pneus para verificar a se a pressão está correta, e,goo nunca, em hipótese alguma, confie no seu olho para medir se o pneu está correto. As paredes laterais dos pneus tendem a ceder um pouco, então se você esperar até ver que o pneu esteja “esticado” estará colocando muita pressão nele.

Se continuar com dúvidas ou achar que está na hora da troca de pneus ou de uma revisão veicular, venha para a Dinamicar Pneus Rj.

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

Gol GTi Quadrado

Gol GTI: uma lenda!

Se você que nos lê, tem mais de 40 anos, provavelmente já viu muitos carros saindo de linha. Alguns que estão ainda no mercado apenas marcam território,.

Amortecedor de carro

Amortecedor: qual o ideal

Seu carro já está meio molenga quando passa uma imperfeição, e você observa não ter o mesmo desempenho em frenagens ou curvas? Isso é um sinal de.

bateria de carro

Bateria tem a vida útil m

A bateria automotiva reflete bastante o estilo do motorista. Seu tempo médio de vida é de dois anos, mas a verdade é que isso pode ser diminuído.