Motor Flex: há vantagens?

14 jun 2013                   0 Comentário Logo da Dinamicar Pneus
Motor flex

Fonte: Reprodução Internet


 
Quando foram lançados no mercado brasileiro, os motores que aceitam tanto gasolina quanto etanol fizeram sucesso imediato. No início a possibilidade de usar o combustível mais barato fez com que muitos motoristas trocassem seus carros com motor comum por versões equipadas com o sistema flex. Mudou não só a forma de abastecer, mas também o sistema eletrônico de injeção, o tipo de lubrificante na troca de óleo e muitas outras situações.
 
O grande problema é que além do alto consumo dos motores dual-combustível, o mercado reagiu à investida das montadoras e elevou bruscamente o preço do etanol, até então vantajoso em relação à gasolina. Só que esses problemas não chegaram a esfriar o mercado e hoje, os motores que suportam apenas um único combustível estão caindo em desuso, lançamento após lançamento.

O porquê do alto consumo

 
Mesmo com uma incrível ajuda eletrônica que tenta compensar, na injeção e na sonda lambada, as diferenças significativas entre os dois combustíveis, ainda há sérios problemas para resolver o abismo entre o tipo de queima de cada combustível. A taxa de compressão deve ser definida para que ambos tenham bom rendimento e assim, há um comprometimento na questão de consumo.
 
O que poderia ser funcional para suprir essa questão seria a implantação de turbinas para compensar essa diferença. A admissão seria feita com mais ar e assim diminuindo a diferença entre os dois tipos de combustível. O grande problema é que esse sistema ainda tem um custo bastante elevado para carros populares.
 
Só que isso mostra que algumas implementações são interessantes e devem ser feitas o quanto antes para que haja nas ruas a melhor tecnologia a serviço dos clientes. Por exemplo, os pneus run-flat são muito mais funcionais e diversas situações e deveria ser instalados em linhas de produção.

O que esperar dos motores flex

 
Já que não há muita escolha, o ideal é sempre estar com o cálculo de qual combustível vale a pena abastecer o carro na mente. O ideal é estar sempre com o carro com a manutenção realizada e com as peças novas. Evite exigir demais desse tipo de motor, é a melhor forma de economizar o combustível.

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

caminhão emitindo fumaça

Confira novidades sobre e

A preocupação com o clima é levada cada dia mais a sério. Aqui no Rio de Janeiro, saiu o segundo inventário com o objetivo de controlar as.

pirelli pzero

Ruído nos pneus? Nunca ma

Andar de carro é cada dia mais confortável, e mesmo com a constante evolução das tecnologias envolvidas, algo que vinha incomodando a indústria eram os ruídos provocados.

Nissan kicks

Nissan Kicks: o que esper

Nesse mercado de SUV que se desenvolve todos os anos no Brasil, a Nissan, que tem tradição em carros de alto padrão de qualidade, está trazendo o.

PopUp Black Friday Dinamicar