O que é o cebolão e como é o seu funcionamento?

16 jun 2016                   0 Comentário cebolão radiador

Para quem tem carro, essa expressão não causa nenhum tipo de estranheza. Esse é o nome popular do interruptor térmico do carro. Muitos pensam ser um sensor, mas nada mais é que uma espécie de válvula que ativa o eletroventilador quando a água atinge a temperatura que o fabricante determina ser adequada para a plena proteção do motor. Normalmente esse cebolão fica localizado no radiador e deve ficar livre de qualquer tipo de oxidação. Um dos problemas mais comuns, além da queima da peça é o isolamento por zinabre do contato com a água, provocando mal funcionamento que evita o acionamento do eletroventilador.

Carros com ar-condicionado têm cebolão diferente

Quando o assunto são as diferenças entre carros com ar e carros sem ar, é que o cebolão tem o seu funcionamento um pouco diferenciado. Em modelos com o acessório, a tomada tem três pinos, enquanto os modelos mais simples, sem ar, são equipados com dois pinos apenas. Isso se deve ao eletroventilador, em carros com ar-condicionado, ter duas velocidades, sendo uma inicial mais lenta, inexistente no outro modelo e a final que usa a rotação total do motor elétrico.

Peça deve estar o tempo todo em contato com o líquido de arrefecimento

Todos já sabem que usar água comum não é o líquido ideal para se colocar no radiador. Caso não tenham esse conhecimento, é bom ler também o nosso artigo sobre hidrólise, ok? Mas agora que todos sabem que a água não traz benefícios para o motor, podemos afirmar que o uso dela, além dos problemas já conhecidos, traz uma outra questão. Se a água ferve a 100 º, alguns motores farão a água evaporar aos poucos, principalmente nos dias mais quentes, o que fará o líquido baixar mais que deveria, saindo do contato com o cebolão. O que vai acontecer é um problema duplo! Além de elevar a temperatura por falta de líquido de arrefecimento, nesse caso, água, de modo equivocado, você terá um superaquecimento definitivo com a não entrada do eletroventilador.

Em modelos com ar-condicionado, conforme já falado, isso poderá ser maquiado pela seguinte circunstância. Alguns modelos, principalmente os mais antigos, possuíam apenas um eletroventilador com função de reduzir a temperatura do líquido de arrefecimento e a pressão do gás refrigerante do compressor. Só que mesmo sem o acionamento via cebolão, o eletroventilador funcionava no segundo estágio, aonde a hélice atinge sua maior rotação. Dessa maneira, o carro tem a tendência de demorar a superaquecer.

Só que aí é que vem o problema maior. O eletroventilador ficará sobrecarregado pois, ao ser acionado pelo aumento da pressão do gás que está muito quente, ele não vai conseguir fazer esse trabalho com eficiência, devido ao superaquecimento também do radiador que, por deficiência do líquido de arrefecimento, trabalhará com uma temperatura média muito superior. De imediato, o carro não vai superaquecer, já que o eletroventilador não irá parar o seu trabalho devido à questão que se transforma num problema cíclico. O resultado é o aumento da pressão do gás, por conta do aumento da temperatura média da água, o que forçará o eletroventilador, que permanecerá ligado por muito tempo e não resolverá de maneira segura nenhum dos problemas. Resultado: problemas no compressor e no motor do carro.

Portanto, se você identificar um funcionamento contínuo desse ventilador que serve para reduzir a temperatura da água do motor e da pressão do gás, verifique a quantidade de líquido de arrefecimento que, você já sabe, não deve ser água comum. De uma vez só, você terá evitado dois problemas que causam danos que farão você gastar bastante dinheiro.

Modelos com duas ventoinhas o problema é reduzido, mas não some

Quando o modelo do carro com ar-condicionado tem duas ventoinhas, o trabalho do cebolão fica mais evidente. Afinal, o pressostato não atua na ventoinha exclusiva para o radiador. O superaquecimento, dessa maneira, é mais evidente no painel do automóvel. Entretanto, não adianta pensar que, dessa forma, o ar-condicionado poderá ser usado. Como o radiador e condensador são muito próximos, seja o seu posicionamento sobreposto um ao outro ou mesmo lado a lado, um problema no radiador aumenta e muito a pressão do gás. Para observar em ambos os casos, verifique se o seu ar-condicionado de uma hora para a outra perdeu eficiência sem desligar totalmente. Esse pode ser um grande indício de aumento de pressão.

Na Dinamicar Pneus você faz a manutenção do seu sistema de arrefecimento

Somos um centro automotivo no Rio de Janeiro que tem diversos segmentos para fazer da manutenção do seu carro algo simples e eficiente. Não trabalhamos com manutenção de ar-condicionado, mas com essas dicas, você protegerá seu sistema que não demandará qualquer manutenção de ordem mecânica. Já no sistema de arrefecimento, o fundamental é, além de seguir as indicações do fabricante, sempre verificar as condições de mangueiras, conexões, bomba-d’água e radiador. A Dinamicar faz isso por você! Procure-nos!

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

caminhão emitindo fumaça

Confira novidades sobre e

A preocupação com o clima é levada cada dia mais a sério. Aqui no Rio de Janeiro, saiu o segundo inventário com o objetivo de controlar as.

pirelli pzero

Ruído nos pneus? Nunca ma

Andar de carro é cada dia mais confortável, e mesmo com a constante evolução das tecnologias envolvidas, algo que vinha incomodando a indústria eram os ruídos provocados.

Nissan kicks

Nissan Kicks: o que esper

Nesse mercado de SUV que se desenvolve todos os anos no Brasil, a Nissan, que tem tradição em carros de alto padrão de qualidade, está trazendo o.

PopUp Black Friday Dinamicar