Pneus remold, vale a pena a economia?

09 fev 2015                   1 Comentário pneus remold

 

Os pneus estão entre os itens mais importantes de um veículo. Responsáveis pela aderência ao solo, dão ao condutor estabilidade na direção. Quando desgastados, podem comprometer a dirigibilidade e controle do veículo, causando grande perigo para os seus ocupantes.

Na maioria das vezes os motoristas negligenciam a troca dos pneus, substituindo o mesmo quando está careca ou quando chegam ao ponto de furar. Nos casos onde não há conserto, algumas pessoas optam pela substituição de dois pneus ou do jogo completo dependendo do estado de cada peça.

Nessa ocasião de troca, há motoristas que, com a intenção de economizar, acabam optando por pneus “remold”, que possuem um preço até 50% menor que uma peça nova. Apesar de ser uma opção econômica e sustentável, é preciso ficar atento se o pneu e fabricante estão de acordo com as normas de segurança exigidas pelo Inmetro.

O país que mais reforma pneus no mundo são os Estados Unidos, contabilizando no último ano uma marca de 15 milhões de unidades reutilizadas, seguido do Brasil com oito milhões de reformas.

 

Entenda a diferença entre remold, recauchutado e recapado

 

Pneu “remold” não é a mesma coisa que recauchutado ou recapado, a diferença está no método de recuperação utilizado para cada um. O recauchutado e o recapado possuem apenas uma ou duas partes refeitas, enquanto o “remold” tem toda a sua estrutura reconstruída (lateral, ombro e banda de rodagem), recebendo uma nova camada de borracha.

Nos “remolds” é possível identificar as características do pneu original (marca, procedência, especificações e o estado). O Inmetro recomenda que os pneus usados para “remold” devem possuir idade máxima de sete anos, o que não funciona como garantia devido à dificuldade de identificação da data de fabricação do pneu.

 

Vantagens e desvantagens em comprar um remold

 

Com o passar do tempo, o pneu pode apresentar perda de qualidade, já que o interior pode estar em boas condições, mas o exterior ressecado ou até mesmo ralado. Com a remodelagem, é impossível verificar o estado do exterior, pois pneus reformados possuem uma vida útil 30% menor em relação a um novo. Mesmo não transmitindo tanta segurança, os “remolds” são uma opção devido ao seu baixo custo.

Recomenda-se que o uso de pneus “remold” seja feito para trafegar em vias urbanas e em baixas velocidades (90 km/h). Donos de veículos com pneus reformados também poderão encontrar dificuldades na hora do balanceamento. É muito importante estar atento a todos esses fatores antes de optar pela reforma, para uma aparente economia não representar gastos futuros.

Na Dinamicar Pneus você encontra tudo o que seu carro precisa para funcionar em perfeitas condições. Saiba o pneu certo para o tipo do seu veículo e acerte no alvo!

Uma resposta para “Pneus remold, vale a pena a economia?”

  1. Parabéns pela matéria, esclarecedora sem ser tendenciosa, não desaconselha e nem incentiva a penas cumpre a função de mostrar os pros e contras do remold, explicando a melhor maneira de usar, muito bom.

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

caminhão emitindo fumaça

Confira novidades sobre e

A preocupação com o clima é levada cada dia mais a sério. Aqui no Rio de Janeiro, saiu o segundo inventário com o objetivo de controlar as.

pirelli pzero

Ruído nos pneus? Nunca ma

Andar de carro é cada dia mais confortável, e mesmo com a constante evolução das tecnologias envolvidas, algo que vinha incomodando a indústria eram os ruídos provocados.

Nissan kicks

Nissan Kicks: o que esper

Nesse mercado de SUV que se desenvolve todos os anos no Brasil, a Nissan, que tem tradição em carros de alto padrão de qualidade, está trazendo o.