Qual o momento certo para a troca do fluído de direção

13 fev 2015                   0 Comentário Logo da Dinamicar Pneus

 

O óleo de motor precisa ser substituído de acordo com as especificações estipuladas no manual do usuário do veículo, quilometragem ou prazo determinado. Essa substituição periódica deve ser feita tendo em vista as variações de temperatura em que o óleo trabalha, sendo exposto a resíduos e poluentes gerados pela combustão.

Sistema de direção

Diferentemente do óleo de motor, os fluídos de direção hidráulica não precisam ser substituídos com tanta frequência, mas é bom prestar atenção aos seus níveis a cada revisão. Existem algumas dúvidas quanto à sua substituição, pois ao contrário do óleo de motor, o hidráulico não fica exposto a impurezas e trabalha em um sistema fechado.

O óleo de direção hidráulica é um produto bastante elaborado, e, por não passar por uma degradação tão agressiva, não é substituído. É importante monitorar sempre o nível do reservatório e manter-se atento a qualquer vazamento.

Muito útil para o conforto do motorista ao dirigir, a direção hidráulica deixou há muito tempo de ser um artigo de luxo para ser essencial. Comum na maioria dos veículos leves e em alguns pesados, o conjunto é composto pelo mecanismo de direção, bomba hidráulica, reservatório de óleo e tubulações de alta e baixa pressão.

Proporcionacomodidade na condução do veículo, deixando todo trabalho mecânico por conta do sistema hidráulico do carro. Toda essa ação é auxiliada diretamente pelo fluido, que trabalha sob alta pressão, deslocando-se de um lado para o outro na cremalheira.

Quando o motor entra em funcionamento, automaticamente a bomba hidráulica é acionada, e utiliza o fluido do reservatório para enviar a pressão necessária para todos os componentes do conjunto de direção.

 

Problemas de vazamento frequentes

 

Defeitos no sistema hidráulico são causados por vazamento do óleo, que causa desgaste prematuro das peças internas do conjunto. Para esse tipo de problema não existe reparo, sendo obrigatória a substituição da peça.

 

Possíveis causas de vazamento

 

  • Cremalheira danificada (oxidada ou riscada)
  • Vedação danificada (por impureza ou desgaste natural)

Pontos de perda de óleo de direção hidráulica

 

  • Conexões da tubulação rígida do mecanismo de direção
  • Conexão da tubulação na região do conjunto pinhão/válvula
  • Conexão da tubulação das mangueiras pressão retorno
  • Barra de torção do conjunto pinhão/válvula
  • Vedador superior do conjunto pinhão/válvula
  • Vedador inferior do conjunto pinhão/válvula
  • Vedador da cremalheira
  • Vedador da tampa da cremalheira

Em alguns casos é recomendada a troca do fluido de direção por volta dos 50.000km, mas se o sistema apresentar funcionamento normal não há motivos para a troca. O ideal é consultar o manual do proprietário do seu veículo e seguir as especificações técnicas de fábrica.

Fique atento ao prazo das revisões periódicas do seu veículo e observe o nível do óleo da direção hidráulica. Leia mais dicas no blog da Dinamicar Pneus.

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

freio muito quente

Freio: tambor ou disco na

Com o desenvolvimento da indústria, o que parecia um tanto quanto óbvio mas ainda não era colocado em prática passou a ser trazido à realidade. Foi o.

caminhão emitindo fumaça

Confira novidades sobre e

A preocupação com o clima é levada cada dia mais a sério. Aqui no Rio de Janeiro, saiu o segundo inventário com o objetivo de controlar as.

pirelli pzero

Ruído nos pneus? Nunca ma

Andar de carro é cada dia mais confortável, e mesmo com a constante evolução das tecnologias envolvidas, algo que vinha incomodando a indústria eram os ruídos provocados.