Rebaixar carro: quais as consequências?

25 fev 2016                   0 Comentário Carro rebaixado em excesso

O rebaixamento automotivo é uma discussão eterna. Muito se fala sobre o tema, a justiça constantemente se manifesta, mas o fato é que, legal ou não, muitos continuam exercendo tal comportamento. Para muitos é apenas uma questão estética, para outros é uma maneira de transformar o carro em um protótipo de corrida, o que acaba colocando a vida de todos em perigo. O rebaixamento automotivo é uma prática que deve ter limite.

Entenda: o Brasil é um país com estradas irregulares e em diversos lugares nem asfalto têm para que o carro se desloque. Com o rebaixamento, o fundo do carro passa a entrar em contato com o coloca constantemente e com o tempo de uso esse assoalho vai deteriorando. Além disso, os esforços das rodas são transmitidos em grande proporção para os amortecedores e para o chassi proporcionalmente. Isso provoca rachamento da estrutura, o que transforma o carro em um problema.

Fora problemas estruturais, quando o rebaixamento é realizado, algumas limitações ao carro são impostas. Por exemplo, em quebra-molas fica praticamente impossível de passar, da mesma forma que a queda em buracos é bem mais danosa ao carro. Nesses casos, o chassi pode acabar torcendo e causar problemas no alinhamento das peças ou mesmo quebra de partes secundárias a rebaixamento. É importante saber dos riscos para, então, realizar o procedimento.

Faça a sua revisão na Dinamicar Pneus!

A Dinamicar Pneus tem diversos serviços para fazer você uma pessoa satisfeita com o seu carro. Revise, conserte ou mesmo orce seus serviços por aqui e veja como podemos te ajudar. São sete lojas espalhadas pelo Rio e uma delas atenderá as suas necessidades. Afinal, nem sempre o carro para de funcionar perto da nossa loja preferida. Venha nos visitar ou ligue agora mesmo, a Dinamicar Pneus terá o maior prazer em atendê-lo!

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

manutenção de carro

Vistoria anual 2017: Data

Todos os anos, proprietários de veículos usados precisam realizar a vistoria anual do DETRAN-RJ. Os carros zero quilômetro são exceção, pois o Governo do Estado do Rio.

ipva 2017

IPVA 2017: saiba sua data

O ano novo começou, e com ele, começam também as obrigações financeiras. Taxas como IPTU, cota de incêndio, matrículas escolares e o IPVA são contas que, muitas.

motor sendo esquentado

Mito ou verdade: é precis

Os mais antigos insistem nessa prática e os mais novos já não têm tanta paciência, mas será que ainda é preciso aquecer o motor antes de andar.

Feriado 20 de Janeiro