Saiba a diferença entre suspensão e amortecedor

05 nov 2014                   0 Comentário Logo da Dinamicar Pneus

 

Embora sejam componentes distintos, amortecedores e suspensão integram um mesmo sistema. Suas funções são manter a estabilidade do veículo, reduzir o impacto na rodagem e preservar o alinhamento correto.

Integram a suspensão componentes móveis, que têm como finalidade absorver os movimentos das rodas. Essa mobilidade provoca movimentos bruscos verticais e instabilidade.

Suspensão e Amortecedor

Para minimizar os efeitos dos movimentos verticais gerados pela suspensão, existem os amortecedores. Ou seja, enquanto a suspensão é o sistema responsável pelo contato direto do solo com o conjunto das rodas, o amortecimento faz com que esse contato não seja percebido inteiramente pelos passageiros do veículo, garantindo sua estabilidade.

Existem diversos tipos de suspensão, diferenciadas entre si pela mola empregada e pela torção. De feixe, de ar e em espiral são algumas das molas, enquanto a torção pode ser feita com barra ou por feixe de molas. Em veículos leves, na maioria, utiliza-se a mola helicoidal, que consiste numa barra de aço no formato de espiral. Há, ainda, as molas como as barras de torção e as semi-elípticas, empregadas em veículos de carga.

A suspensão pode ser, também, independente, que é a que liga-se às rodas de maneira exclusiva. Nesse caso, ao passar por um desnível no solo, a roda no mesmo eixo não será afetada. Este tipo de suspensão é mais frágil e demanda mais cuidado.

Os amortecedores são categorizados em convencionais (hidráulicos), eletrônicos ou pressurizados. Os hidráulicos, amplamente utilizados, são formados por um conjunto de pistão e válvulas, contendo em seu interior uma haste afixada móvel, embebida em óleo resistente a altas temperaturas e pressões.

Quando trocar suspensão ou amortecedor

 

Em situações extremas, torna-se necessária a troca de componentes do sistema de suspensão e amortecimento quando há desgaste, dano ou vazamento. Diferentemente de outras peças, que estabelecem uma quilometragem para troca, não há como precisar um momento para manutenção. O motorista precisa estar atento ao aumento no impacto percebido, para não fazer a troca quando já passou da hora de realizá-la.

Recomenda-se que a troca dos amortecedores seja feita em conjunto. Muitas das vezes, é preciso trocar outras peças como molas e bandejas. A fazê-la, deve-se realinhar as rodas, por isso, é imprescindível o apoio de profissional especializado.

Amortecedores na Dinamicar Pneus

 

A Dinamicar Pneus disponibiliza as principais marcas de amortecedores, entre elas os da Cofap.  Faça contato com a loja mais perto de você, e reserve já os seus!

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

caminhão emitindo fumaça

Confira novidades sobre e

A preocupação com o clima é levada cada dia mais a sério. Aqui no Rio de Janeiro, saiu o segundo inventário com o objetivo de controlar as.

pirelli pzero

Ruído nos pneus? Nunca ma

Andar de carro é cada dia mais confortável, e mesmo com a constante evolução das tecnologias envolvidas, algo que vinha incomodando a indústria eram os ruídos provocados.

Nissan kicks

Nissan Kicks: o que esper

Nesse mercado de SUV que se desenvolve todos os anos no Brasil, a Nissan, que tem tradição em carros de alto padrão de qualidade, está trazendo o.