Quando as molas devem ser substituídas

Logo da Dinamicar Pneus 03 set 2010
Comentar

As molas, assim como os amortecedores, são um dos componentes do sistema de suspensão do veículo. Desde o momento de sua instalação, elas já entram em funcionamento, ao sustentar o peso da carroceria do automóvel.

As molas vão ajustando-se de acordo com a carga transportada. Além disso, elas absorvem as irregularidades do terreno, controlam a altura do veículo e influenciam no equilíbrio da suspensão. Quando as molas apresentam desgaste acentuado, pode-se observar impactos constantes na suspensão, desgaste acelerado dos pneus, amortecedores e batentes.

Funcionamento:

As molas absorvem todas as oscilações e desníveis da pista. Dessa forma, uma lombada causa a contração da mola, assim como um buraco ocasiona sua extensão. Em quaisquer dessas situações, as molas absorvem energia, que é controlada pelo amortecedor, o que ameniza os movimentos de retorno da mola para a posição original. Portanto, a função das molas é absorver grande parte dos movimentos recebidos pela suspensão. Um bom funcionamento das molas, desse modo, garante conforto, estabilidade e segurança para você e seu veículo.

Quando devem ser substituídas:

A troca preventiva das molas deve ocorrer a cada 60.000 Km rodados. Entretanto, caso haja qualquer ruído, tranco, perda de estabilidade ou conforto durante situações de desníveis na pista, sugere-se fazer uma análise de funcionamento das molas, a fim de que não ocorra problemas de maior dimensão no sistema de suspensão.

Interessado em nossos produtos ou serviços? Ligue para a DINAMICAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GOSTOU DO CONTEÚDO E DOS PREÇOS? RECEBA COM EXCLUSIVIDADE NOSSAS PROMOÇÕES

Não derrape. Não eviamos spam :)

AINDA NÃO CONHECE AS NOSSAS LOJAS?

encontre a mais perto de você

Conheça as nossas
Redes Sociais

Sempre com Promoções
Exclusivas!