Porque você deve alinhar o seu carro

03 set 2010                   0 Comentário Logo da Dinamicar Pneus

Para a regulagem dos ângulos da direção do veículo conforme as especificações do fabricante. Basicamente são 4 ângulos a serem verificados: convergência, divergência, camber e caster.

Quando deve ser efetuado:

  1. Em todas as revisões estipuladas pelo fabricante do veículo, ou pelo menos, a cada 7.000 km rodados;
  2. Sempre que houver a substituição de algum elemento da suspensão ou da direção;
  3. Na colocação de pneus novos;
  4. Sempre após um impacto forte contra buracos, pedras, guias ou outros objetos;
  5. O veículo tende a ir mais para um lado ou tem dificuldade de se manter na trajetória;
  6. Quando forem verificados desgastes irregulares nos pneus.

O alinhamento é especificado pelo fabricante do veículo, a fim de oferecer uma maior eficiência de rolamento e melhor dirigibilidade. Caso haja alguma alteração nas especificações de alinhamento ocasionada por impacto, trepidação, compressão lateral ou desgaste dos componentes da suspensão, poderá haver o comprometimento do bom funcionamento do veículo ou, ainda, provocar um desgaste irregular e prematuro da banda de rodagem dos pneus.

Existem diversos métodos de alinhamento no mercado. Entretanto, atualmente, o alinhamento total das quatro rodas é o serviço mais completo e eficiente do mercado, pois nele a convergência individual traseira é medida e ajustada conforme as especificações do fabricante. Esse ajuste faz coincidir a linha direcional das rodas traseiras com a linha geométrica central direcional. Nesse caso, as quatro rodas ficarão paralelas entre si e o volante centrado, o que resulta no paralelismo total do veículo.

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

manutenção de carro

Vistoria anual 2017: Data

Todos os anos, proprietários de veículos usados precisam realizar a vistoria anual do DETRAN-RJ. Os carros zero quilômetro são exceção, pois o Governo do Estado do Rio.

ipva 2017

IPVA 2017: saiba sua data

O ano novo começou, e com ele, começam também as obrigações financeiras. Taxas como IPTU, cota de incêndio, matrículas escolares e o IPVA são contas que, muitas.

motor sendo esquentado

Mito ou verdade: é precis

Os mais antigos insistem nessa prática e os mais novos já não têm tanta paciência, mas será que ainda é preciso aquecer o motor antes de andar.

Feriado 20 de Janeiro