Preze pela segurança e economize combustível

10 out 2012                   0 Comentário

 

Todo carioca que tem um carro e oportunidade rara de acelerar, faz uso do motor e imprime uma velocidade por vezes acima do permitido. Só que aí quem sofre é o bolso, por diversas razões. Ser extremo na condução de um veículo faz aumentar o desgaste das peças e, principalmente, contribui para o aumento relevante do gasto de combustível, que na cidade do Rio de Janeiro, não é nada barato. Dessa forma, aceleradas descompensadas e freadas bruscas devem ser evitadas ao máximo. Assim, economiza-se combustível e pneus no Rio de Janeiro. Outros fatores não menos importantes para não fazer uso de altas velocidades é evitar multas e manter a segurança.

Calor aumenta consumo de pneus no Rio de Janeiro e altera calibragem, que influi no consumo

 

Como já podemos sentir na pele, o calor está voltando. E na cidade maravilhosa, isso muda, e muito, o comportamento do carro e dos motoristas. No enfoque sobre o consumo, é um fato físico que, devido ao calor, as condições de pressão e temperatura dos pneus RJ são alteradas. Em verdade, pneus com déficit de pressão criam arrasto, forçam a máquina e geram consumo aumentado de combustível. Nesta linha de pensamento, isto força de forma totalmente determinante um gasto bem maior do composto, já que, por rodar em alta temperatura, torna a borracha mais suscetível ao desgaste.

Ser cuidadoso ao dirigir poupa pneus e combustível

São fatores determinantes para um consumo maior o uso extremo do equipamento. Quando o motorista, para acelerar o carro, lança mão de um giro acima da necessidade, há um gasto desnecessário de combustível. Da mesma forma que ao frear o carro de forma abrupta, diminuindo a velocidade, há uma necessidade de retomada da aceleração, que também gera consumo. Outro fator altamente importante para o tema é o uso correto das marchas. Isto é fator preponderante para evitar gastos no posto de gasolina.

Evite deixar o tanque muito vazio, há risco para o sistema de injeção

 

Aproveitando o tema sobre consumo, há uma importante atitude a ser tomada pelo motorista: não deixar o tanque de combustível ficar com nível muito baixo. Quando isso acontece, a bomba que faz o transporte do álcool ou gasolina para a linha de injeção pode trazer consigo impurezas do fundo do tanque que, ao chegar aos bicos, pode provocar um entupimento que nem sempre é revertido. A sensibilidade da peça é bastante importante. Uma falha em um dos bicos, no caso de um carro multiponto, provocará a perda de um cilindro. Caso seja monoponto, há a parada total do carro. Evitemos o problema maior.

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

freio muito quente

Freio: tambor ou disco na

Com o desenvolvimento da indústria, o que parecia um tanto quanto óbvio mas ainda não era colocado em prática passou a ser trazido à realidade. Foi o.

caminhão emitindo fumaça

Confira novidades sobre e

A preocupação com o clima é levada cada dia mais a sério. Aqui no Rio de Janeiro, saiu o segundo inventário com o objetivo de controlar as.

pirelli pzero

Ruído nos pneus? Nunca ma

Andar de carro é cada dia mais confortável, e mesmo com a constante evolução das tecnologias envolvidas, algo que vinha incomodando a indústria eram os ruídos provocados.