Para que servem as molas do seu carro

13 ago 2014                   0 Comentário Logo da Dinamicar Pneus

Para que servem as molas do seu carro

As molas dos veículos automotores compõem parte do sistema de suspensão do veículo. Elas são responsáveis por sustentá-lo, absorvendo o impacto do solo, se contraindo e se distendendo de acordo com a superfície.

Essas peças são extremamente importantes para a preservação da integridade do veículo. Por essa razão, é preciso uma atenta manutenção delas. Especialistas da Dinamicar Pneus RJ indicam que é preciso a troca após 40 mil quilômetros rodados.

No entanto, vale ressaltar que é preciso a constante revisão veicular, afinal, as estradas brasileiras costumam ter trechos de péssima qualidade, e, por isso, o desgaste pode ser maior, acelerando o tempo de troca.

Existem alguns indicativos de que as molas da suspensão não estão em bom estado. Veja abaixo:

  • Perda de altura do veículo
  • Pontos de ferrugem
  • Batente do veículo danificado
  • Partes descascadas ou trincadas
  • Sensação de forte impacto ao passar em desníveis da pista

Carros rebaixados

Os carros rebaixados possuem suas molas encurtadas, seja por corte ou calor. Essa prática é proibida por lei, devido à insegurança que ela pode expor o veículo.

No entanto, fora do Brasil os motoristas adeptos do rebaixamento da suspensão, podem utilizar molas esportivas especiais para esse tipo de procedimento.

Na Dinamicar Pneus você encontrar as melhores opções de molas do mercado. Conheça uma de nossas lojas!

Deixe uma resposta

LEIA MAIS

carros enfileirados

Quais foram os carros mai

Neste início de 2017, o Chevrolet Onix se manteve como um dos modelos mais bem-sucedidos dos últimos anos. No mês de janeiro, ele foi o carro mais.

pneu sensorial

O que é pneu sensorial?

Que a tecnologia está avançada ninguém duvida, afinal, as últimas duas décadas foram de verdadeira aceleração nas descobertas e suas aplicações no mercado automobilístico. Poucos mercados cresceram.

carro arranhado

Arranhões na lataria: sai

Imagine a seguinte cena: estacionamento de shopping ou de um grande supermercado lotado, muitas pessoas circulando com carrinhos de compras, e no final do dia, o saldo:.